quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Sete de dez consumidores já pediram remédios mais baratos na hora da compra

26 de outubro de 2011 • 16h52 Por: Gladys Ferraz Magalhães

SÃO PAULO – Sete em cada dez consumidores já pediram alternativa mais barata de remédio  no momento da compra, segundo revela o estudo “A Informalidade na Compra de Medicamentos Prescritos”, divulgado pelo Ibope Inteligência nesta quarta-feira (26).

De acordo com o levantamento, os consumidores que mais perguntam sobre alternativas mais econômicas são os que têm entre 30 e 39 anos (77%) de idade e Ensino Superior (74%) e moram na região Sul do Brasil (75%).

Genéricos são mais recomendados

Sobre a indicação feita pelo atendente, ao ser questionado sobre alternativas mais em conta pelo consumidor, quase sempre a sugestão foi um genérico – 94% das vezes. Em 48% dos casos, o atendente também ofereceu um medicamento de marca diferente do que a receitada pelo médico.

Ainda conforme a pesquisa, 99% dos brasileiros compram  remédios em farmácias ou drogarias, 6% em ambulantes ou barracas de rua, 2% em farmácias e drogarias pela internet e 1% por meio da rede, mas em locais diferentes de farmácias e drogarias.

Já a compra de medicamentos tarjado sem receita, revela o estudo, ainda é hábito para quase um quinto da população (18%), sendo que, no Nordeste e nas capitais, esse percentual sobe para 24%

fonte: Informoney

Um comentário:

  1. http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=18126700&tid=5667794776935960734&na=4

    ResponderExcluir